Saúde municipal estimula método que ajuda a prevenir e curar doenças

Cinesioterapia estimula prevenção a doenças e convívio social entre usuários do SUS

Cinesioterapia estimula prevenção a doenças e convívio social entre usuários do SUS

Para animado grupo da UBS São Miguel, Festa Julina é oportunidade para manter a saúde em dia

Com cerca de mil pacientes cadastrados, nas 12 UBSs (Unidade Básica de Saúde) do município, o Programa de Cinesioterapia da Secretaria de Saúde de Marília é uma oportunidade de integração social e promoção da saúde, através de atividades físicas. Datas comemorativas, como as festas juninas, são lembradas como tema para estimular os grupos.

Em cada unidade, os profissionais de saúde e a comunidade têm autonomia para se organizar. Em geral, as atividades acontecem semanalmente. Na UBS São Miguel (zona oeste), por exemplo, a iniciativa tem apoio da Igreja Católica e os encontros acontecem no Salão Paroquial.

Para motivar ainda mais os participantes, são organizadas confraternizações para os aniversariantes do mês, Dia das Mães, Festas Juninas, Dia dos Pais e Natal. No dia 4/7, o grupo do São Miguel promoveu um “arraiá”, com direito a pratos típicos, quadrilha e roupas típicas.

A fisioterapeuta Cíntia Cristina Luiz Más Suizu, atuante no Programa de Cinesioterapia, lembra que a atividade tem caráter terapêutico e segue requisitos técnicos. Para frequentar os grupos é necessário passar por avaliação física e acompanhamento médico.

A maior adesão está entre os idosos, mas os grupos não são exclusivos por faixas etárias. “Há um impacto muito positivo na saúde das pessoas que participam. Observamos que aumenta a adesão aos tratamentos médicos, a conscientização do autocuidado e, por consequência, a autoestima”, afirma Cíntia.

Além dos fisioterapeutas, a promoção de atividade física na rede de saúde conta com engajamento dos demais profissionais (enfermeiras, auxiliares, agentes de saúde). A exemplo do que ocorre nas UBS, a iniciativa também ocorre nas unidades onde atuam as 37 equipes do programa ESF (Estratégia Saúde da Família), por meio do Nasf (Núcleo de Apoio ao Programa Saúde da Família).

 

Foto: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*