Saúde prepara ação com grêmios estudantis para levar prevenção a estudantes

 

Saúde prepara ação com grêmios estudantis para levar prevenção a estudantes

Prevenção à infecções sexualmente transmissíveis, mudanças hormonais, gravidez, discurso de gêneros e bullying estão entre os temas

A Secretaria Municipal de Saúde de Marília, por meio do Programa Municipal de Prevenção a ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis) e SAE (Serviço de Atendimento Especializado em ISTs/Aids), retoma em agosto uma ação voltada para estudantes. A informação será a principal arma no combate a doenças, estigmas e preconceitos entre os jovens.

Integrantes de grêmios estudantis de todas as regiões da cidade serão capacitados para atuar como multiplicadores nas escolas. As intervenções contam com o apoio da Diretoria Regional de Ensino e Secretaria Municipal de Educação e devem atingir alunos entre 10 e 12 anos.

Em Marília, a iniciativa retoma uma abordagem preconizada pelo Ministério da Saúde. Há pelo menos dez anos, estratégias como essa promovem diálogo entre as escolas e o serviço especializado do município. As ações já resultaram, inclusive, em premiação e reconhecimento nacional.

O treinamento aos grêmios terá como tema mudanças hormonais, ISTs, gravidez na adolescência, álcool e outras drogas, discurso de gêneros e bullying. Participam profissionais de enfermagem, psicologia e educação. Serão capacitados três alunos e um professor de cada escola.

Após o treinamento, em cada estabelecimento será desenvolvido um projeto, sob a liderança dos grêmios e orientações da equipe pedagógica. Os profissionais de saúde permanecerão, durante a execução, como consultores para esclarecer qualquer dúvida técnica relacionada aos temas.

A coordenadora do Programa Municipal de Prevenção a ISTs, Alessandra Pereira, explica que a proposta é dar autonomia para que os grêmios estudantis possam formatar as ações de acordo com as necessidades do público-alvo, usando as estratégias mais eficazes para comunicação.

Eles são muito criativos. Não podemos chegar na escola e propor uma maneira pré-definida de trabalho. Com a orientação necessária, eles certamente desenvolverão os temas da melhor maneira possível, seja com gincana, teatro, música ou palestras. O estudante precisa ser construtor desse processo de educação e prevenção, juntamente com o profissional de saúde”, disse Alessandra.

CRONOGRAMA

No dia 09 de agosto, tem início as capacitações com a zona oeste da cidade. O treinamento será na escola estadual Oracina Corrêa Moraes Rodine, das 13h30 às 16h30. No dia 16 será contemplada a zona norte (escola Antônio Reginato); dia 23, zona leste (Amilcare Mattei) e dia 30, região sul, com a oficina na escola Cecília Alves Guelpa.

Da área da educação, participam o professor coordenador do projeto, Maciel Marques Redígolo; a professora coordenadora dos grêmios, Patrícia Regina Signer Azevedo; a supervisora, Sandra Telles Pelegrine e Daniele Biudes, do Núcleo Pedagógico.

Pela Saúde, a ação conta com a atuação de Zeila Pavarini Caravieiri, enfermeira assistencial do SAE e Juliana Nogueira Carbonari, psicóloga do Serviço Especializado. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (14) 3402-6500 ramal 6619.

 

Foto: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*