Crimes continuam em queda em Barueri

guarda-civil-barueri

A cada mês de 2017 que passa, uma constatação vem à tona: Barueri está mais segura. Pelo quinto mês consecutivo, os indicadores da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo apontam queda nos crimes contra o patrimônio (furtos, roubos e veículos subtraídos) registrados na cidade.

Desta vez, os dados indicam queda de 22,8% nestes crimes, na comparação de maio deste ano com o mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, 2017 bate 2016 com redução de 25,1% até o momento. A soma de ocorrências nestes cinco primeiros meses também é a menor desde 2012.

“As estatísticas de maio já trazem o resultado positivo das operações Bairro Seguro, que a cada semana enfoca uma região diferente, sem descuidar do restante da cidade. Nos próximos meses, os índices já vão refletir o impacto da ampliação que a Prefeitura realizou no videomonitoramento”, salienta a titular da pasta que engloba Guarda Municipal, Demutran, Defesa Civil e Guarda Ambiental.

O comandante da Guarda Civil Municipal de Barueri, Marcus Aparecido Guedes Ramos, informa que, de acordo com estudo elaborado pelo Departamento de Gestão Estratégica da corporação com base nos dados da SSP-SP, a diminuição da criminalidade não é uma tendência no perímetro urbano formado pelos oito municípios que compõem o Cioeste (Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo).

“Barueri foi a única cidade na região que reduziu os quatro tipos de crime contra o patrimônio”, ressalta Guedes. “Mas agimos de forma integrada com as demais forças de segurança.”

Veículos subtraídos
Com relação ao mesmo mês de 2016, Barueri registrou, em maio, recuo nas ocorrências de roubos em geral (-12,5%), furtos em geral (-22,1%), roubos de veículo (-50%) e furtos de veículo (-38,6%).

Em meio a tanta redução, um número salta aos olhos – a baixa quantidade de veículos subtraídos, sejam roubados (quando há emprego de ameaça ou violência) ou furtados. Ao todo, foram subtraídos em Barueri, em maio, 38 veículos, menor registro desde 2011. No acumulado do ano, são 172 automóveis roubados ou furtados; nesta época, em 2016, a quantidade já era quase o dobro: 325 ocorrências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*